Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Apotheose Camoneana   By: (1862-1919)

Book cover

First Page:

EDIÇÃO FERREIRA DE BRITO

APOTHEOSE

CAMONEANA

por

Xavier de Carvalho

PORTO

Imprensa Ferreira de Brito

1886

APOTHEOSE

CAMONEANA

POR

XAVIER DE CARVALHO

PORTO

EMPREZA FERREIRA DE BRITO

1885

EDIÇÃO ESPECIAL CAMONEANISTA

N.º

A

Joaquim de Araujo

APOTHEOSE CAMONEANA

A RENASCENÇA

( a Ramalho Ortigão )

A Renascença que foi obra toda humana, Chamando á vida nova a forte raça aryana, Co'a polvora, a imprensa, a bussola e a alchimia, A Arte a renascer na lyra dos poetas, Copernico que traça a orbita aos planetas E Martinho Luthero affirmando a herezia;

Dante que tudo vê com seu olhar de lynce, A Ceia do Senhor de Leonardo Vinci E Masaccio que tem madonas ideaes, Colombo e Guttemberg e Magalhães e Gama, Bacon que ensina a vida e Erasmo que proclama O rubro alvorecer das sciencias naturaes;

Gallileu que nos prova a rotação da terra E contra quem a egreja ergueu terrivel guerra, Aristoteles que, intransigente e altivo Foi quem traçou as leis novas da evolução, Cravou golpe profundo, em cheio, á religião E em bases affirmou o Credo Positivo;

Magalhães que demonstra a terra como esphera, Giotto que nos pinta a tela mais sincera, O feudalismo á morte, as communas em lucta, A alma das nações erguendo se fremente E pouco a pouco, a claro, as lendas do Oriente, Emquanto o santo officio as consciencias enluta;

Bruno que a egreja queima, affirmando a Verdade, Miguel Angelo que achou os tons da realidade No Juizo Final a luz das gerações: Todo esse renascer das Artes e Sciencias E o rebate febril de todas as consciencias, Resume se afinal no livro de Camões.

NOS PAÇOS DA RIBEIRA

( a Manoel Duarte de Almeida )

E Camões recitava! Em frente delle A Princeza Maria, em fundo pasmo Escutava vibrante de enthusiasmo Versos cheios de amor, ciume e fel.

A côrte envolta recolhida e attenta Ouvia esses sonetos delicados, Onde a Paixão brilhava violenta E a alma se partia em mil bocados.

E Camões recitava! Dos seus versos, Com payzagens e largos ceos diversos, Evolava se o aroma da violeta...

E entre o grupo dos pagens e das damas Sanguineamente como duas chammas, Dominavam os olhos do poeta.

NATHERCIA

( a João de Deus )

Era em seus olhos duma luz magoada Que elle sentia palpitar a vida, Nathercia! a virgem branca e dolorida, A alma da sua alma, a bem amada!

Era em seus labios de escarlate vivo, Efflorescentes de caricia e lava, Que o coração do poeta se abysmava Como num banho de perfume activo.

Foi assim que elle a amou lyricamente, Ora em sonetos de paixão fremente E eclogas cheias de saudade triste;

E assim lhe disse o derradeiro adeus, Ao vel a erguer se aos luminosos céos: Alma minha gentil que te partiste.

O EPISODIO DE IGNEZ

( a Ferreira de Brito )

Ha não sei que de mystico e suave Nesse vulto amantissimo de Ignez: Manhans de abril e symphonias de ave, O luar calmo e o verde céo inglez.

Delicada! em instantes de socego Decorria lhe a vida em tons dolentes, Entre arrulhos de amor! sonhos fulgentes! Nos saudosos campos do Mondego.

Ignez! ninguem melhor descreveria Como Camões, em ondas de harmonia. Esse poema de paixão querida,

Em que passaste a efflorescente vida, Aos montes ensinando e ás hervinhas O nome que no peito escripto tinhas...

O ADAMASTOR

( ao Conde de Sabugosa )

Á flor das ondas, tenebrosamente Entre o rugir dos fortes vendavaes Olhando os occeanos frente a frente, Como um monstro das lendas medievaes;

O Adamastor erguia se inclemente Invectivando em maldições fataes: Gama que busca um novo continente E ri das couzas sobrenaturaes... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books