Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Camões e o amor no aniversario 304 da morte do poeta   By: (1857-1884)

Book cover

First Page:

ERNESTO PIRES

CAMÕES E O AMOR

(NO ANNIVERSARIO 304 DA MORTE DO POETA)

PREÇO 300 REIS

VENDE SE NA LIVRARIA

DE

JOÃO E. DA CRUZ COUTINHO EDITOR

12, Rua do Almada, 16 Porto

1884

CAMÕES E O AMOR

I

ESCUTA!

Heide gastar os olhos só a olhar te, A alma heide queimar no fogo ardente Que vem dos olhos teus, continuamente, E assim succumbirei a abençoar te.

Só tenho coração para adorar te, Labios para diser te quanto sente Quem feliz se julgara, eternamente, Ficando, eternamente, a idolatrar te.

No peito meu não cabe o sentimento, Trasborda como as agoas, alteradas Pelas raivosas convulsões do vento.

Amado ou não, as trovas magoadas Do amor e coração e vida e alento Eu aos teus pés deponho, eil as rojadas!

II

BARBARA, ESCRAVA

Ajoelhara a negra suspirando Postas as mãos, os labios contrahidos, Diziam as canções dos seus gemidos Mais do que os prantos com que estava olhando.

Camões fitava o espaço, meditando, Bem longe o coração, longe os sentidos; E de seus olhos, para a dôr nascidos, As perolas caíam, deslisando.

Um queixume da negra, compungente, Acordara o poeta, que sonhava Com a patria querida e o amor ausente.

Ella co'os olhos n'elle comtemplava, Elle co'os olhos n'ella era indifferente, Que todo aquelle mal outra o causava.

III

NA VOLTA Á PATRIA

(SALVAÇÃO DOS LUSIADAS)

Cinzenta a côr do ceu, a noite baça, O vento chora nas enxarcias, rude Como grito plangente d'alaude, Vibrado pelos dedos da desgraça.

Além nenhuma estrella então perpassa, É o horisonte um lugubre athaude, Fervem as ondas altas como açude Que as torrentes ás agoas embaraça.

Vem da China o baixel desarvorado, Sulcou o mar com soffrega vontade, Até que o mar o fez despedaçado.

Sorrindo heroicamente á tempestade, Paga o zelo maior do seu cuidado Camões, salvando á patria a eternidade.

IV

UM VERSO DE CAMÕES

Não desço agora á fria sepultura, Não roubo á morte os pavidos segredos, Não quero desfolhar com estes dedos Do gelo a flôr de extranha formosura.

Não vou cingir na tua fronte pura, Cheio de horror, o labio e os olhos quedos, Por entre a noite e os tristes arvoredos, D'uma fatal grinalda a eterna alvura.

Deixa que viva assim em treva absorto, Cadaver, caminhando, tristemente, Em demanda do meu perdido horto.

Já que ventura amor me não consente, Que não recorde mais meu peito morto Erros meus; má fortuna, amor ardente.

V

FLOR PERDIDA

Quando sorria a infancia docemente Aos olhos infantis da minha esp'rança, Era me o ceu azul, azul bonança Me enchia o alegre peito, ternamente.

Brilhante o espaço, a aurora transparente, Brando o futuro se a illusão avança!... Assim jámais o coração se cança, Mostrando á nevoa fria um sol ardente.

Pastam os olhos meigos pelos prados, Os astros rompem sempre vigorosos As campinas do ceu, fortes arados.

E murcham sobre a campa luminosos os lyrios! É que lembram, emigrados Alegres campos, verdes, deleitosos.

VI

OS TEUS OLHOS

I

Inveja a noite escura e tenebrosa A negra côr do teu olhar vibrante, Espelho d'alma triste e peito amante, Imagem d'uma estrella radiosa.

O teu olhar de fogo!... É assombrosa A luz que espalha ao de redor; distante Se fôr um dia, caminheiro errante, Que elle me enxuge a face lacrimosa.

Se além, na campa, os membros já cançados Eu repoisar ao pé dos tristes lyrios E dos funereos goivos delicados.

Pago serei então de meus martyrios, Se, juncto a mim, teus olhos magoados Forem me, ali, os derradeiros cyrios.

II

Os olhos que me deram na existencia, Com seu gentil fulgor de virgindade, Umas vezes amor, outras saudade, Renascendo me a paz na consciencia;

Olhos cheios de vida e de innocencia, Revivos de perfume e suavidade, Olhos de tão formosa claridade Que escurecem do ceu a transparencia;

Talvez sejam ainda os companheiros Da melodia heroica de meu canto, Meus amigos sinceros, verdadeiros... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books