Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Contos do Norte   By: (1866-1910)

Book cover

First Page:

J. Marques de Carvalho

Contos do Norte

Belem do Pará Editor Alfredo Augusto Silva Editor TYPOGRAPHIA ELZEVIRIANA 1907

Obras de MARQUES de CARVALHO

IX

CONTOS DO NORTE

DO MESMO AUCTOR

O Sonho do Monarcha Opusculo

Lavas Opusculo

Paulino de Brito Opusculo

Hortencia 1 volume

O Livro de Judith 1 volume

Contos Paraenses 1 volume

Entre as nymphéas 1 volume

A Carteira d'um diplomata (1.ª serie) 1 volume

EM PREPARAÇÃO

Um livro alegre

J. Marques de Carvalho

Contos do Norte

2.ª EDIÇÃO

Belem do Pará Editor Alfredo Augusto Silva Editor TYPOGRAPHIA ELZEVIRIANA 1907

A JOSÉ MARQUES BRAGA

UMA HOMENAGEM

Meu caro Marques Braga ,

Este livro é, na quasi totalidade, uma homenagem ao povo paraense. O escriptor que traçou os contos seguintes não occulta o pendor do seu espirito pela vida seminomade dos conterraneos, que tão sobriamente vegetam no coração das florestas. Viajar sempre com elles pelos buliçosos rios amazonicos, extendido no paneiro de popa da embarcação indigena, abertas as velas ao sopro galerno do vivificante marajoara, seria a realisação d'um sonho, bello sonho de retrocesso á existencia primitiva, se quizerem, mas de intensa consolação moral.

Quando o caboclo, armado do longo varejão por elle mesmo talhado no matto, impelle a canôa para o leito da correnteza, fazendo se ao largo, não pensem que leva cuidados no espirito ou maguas no coração: a cidade é para elle um agrupamento complexo de sêres transviados, o antro onde formigam incomprehensiveis falsificações da natureza. Elle afasta se contente com o cigarro ao canto da bôcca, uma jucunda satisfacção nos recessos da alma. Partindo para o sitio , para a roça, o caboclo é o triumphador das selvas, o zombador dos preconceitos, resignado ás inclemencias dos homens, que as da natureza são lhe familiares e já insensiveis talvez. E quando, ao meio do rio, desdobra as velas á viração, inunda se lhe o cerebro de uma ineffavel volupia, todo o encanto da liberdade dilue se no seu espirito, deliciosamente infiltrado. Bastam lhe os horisontes alcançados com o olhar tranquillo. O vapor avistado ao longe, o qual, repleto de passageiros, attinge o em poucas voltas de helice e o ultrapassa rapidamente, pensaes acaso que o incommoda ou lhe provoca rebelliões de impotente desespero? O caboclo despreza esses recursos da navegação dos brancos. O que o enthusiasma é justamente a sua canôa, onde foi creado, onde seus filhos vieram á vida e onde á luz do sol paraense fechou os olhos á velha mulher engelhada e querida, que o amammentara com o seu leite maternal. Esse batelzinho, tão fragil e tão veleiro, é o enlevo das suas contemplações de fatalista, tugurio e vehiculo, ganha pão e leito de amores simples.

Toda a singeleza da vida, com pequenas aspirações e nenhum rancor, ali se condensa entre as pranchas do casco e os pannos das vélas, mortalha e tumba, em caso de necessidade.

A canôa é o caboclo, chova ou faça sol, cantem nas ramarias da margem as aves da floresta ou regouguem sobre o pequeno mastro as imprecações do temporal: acolhe os o caboclo com egual socego de alma, a mesma indifferente resignação, que é o symptoma do mais valoroso espirito resistente e da mais acrisolada bondade nativa... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books