Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Historia alegre de Portugal leitura para o povo e para as escolas   By: (1842-1895)

Book cover

First Page:

HISTORIA ALEGRE DE PORTUGAL

HISTORIA ALEGRE

DE

PORTUGAL

LEITURA PARA O POVO E PARA AS ESCOLAS

POR

M. PINHEIRO CHAGAS

DAVID CORAZZI EDITOR EMPREZA HORAS ROMANTICAS Lisboa Rua da Atalaya 40 a 52 1880

Ao Ill.mo e Ex.mo Sr.

CONSELHEIRO

MIGUEL MARTINS DANTAS

Ministro de Portugal em Londres

Ill.mo e Ex.mo Am.o e Sr.

Ha dois ou tres annos, desejando eu obter de Inglaterra um livro que fôra citado no parlamento por um deputado da opposição ao ministerio Beaconsfield, dirigi me a v. ex.ª, meu collega na Academia, perguntando lhe se seria possivel alcançal o. A resposta de v. ex.ª não se fez esperar. Enviou me o livro pedido, que obtivera com summa difficuldade, e juntamente com elle quantos documentos officiaes se referiam á questão da escravatura, questão de que esse livro se occupava, e que então me captivava mais particularmente a attenção. Foi mais longe ainda a amabilidade de v. ex.ª; enviou me um livrinho francez, de que eu não tinha conhecimento, intitulado Entretiens populaires sur l'histoire de France , perguntando me se não seria possivel fazer, com relação á historia portugueza, um livro n'esse genero.

Li o livro e achei o encantador. Tempos depois, encontrei me com v. ex.ª em Lisboa, e disse lhe que ía tentar o emprehendimento a que v. ex.ª me incitára, e pedi lhe licença para lhe dedicar o livro, que fosse o fructo d'essa tentativa. É o que faço agora. Como v. ex.ª verá, o plano da Historia alegre de Portugal é diversissimo do dos Entretiens populaires sur l'histoire de France , mas a Historia alegre vae escripta tambem no tom faceto, folgazão, singelo e popular que achei original, picante e util no livro francez que v. ex.ª me recommendava.

Folgo de ter ensejo de mostrar publicamente a minha gratidão a v. ex.ª pelas provas de estima e de consideração que me dispensou n'esta e n'outras occasiões, e o alto apreço em que tenho o talento e o saber do escriptor distinctissimo, que renovou completamente, com os seus Faux Don Sébastien , o estudo de uma época interessante da historia portugueza, que nos deu emfim n'esse primoroso livro um estudo profundamente moderno, um estudo, como Gachard os sabe fazer, de um dos episodios mais curiosos e mais romanescos da nossa vida nacional.

De v. ex.ª

Cruz Quebrada, 25 de outubro de 1880.

Att.o v.or e ob.o

Pinheiro Chagas .

INTRODUCÇÃO

O sr. João Martins, mais conhecido pelo nome de João da Agualva, porque morava na pequena aldeia d'este nome, que fica entre Bellas e o Cacem n'um sitio árido e feio, fôra mestre de instrucção primaria numa das freguezias do concelho de Cintra. Conseguira a sua aposentação, e viera para a sua aldeia natal amanhar umas terras que ali possuia, e cujo rendimento o impedira já de morrer de fome nos tempos, em que o Estado lhe pagava munificentemente os noventa mil réis annuaes, com que remunerava n'essa época os primeiros guias do homem nos ásperos caminhos da instrucção. Mas o João da Agualva era homem de uma illustração excepcional. Convivera muito tempo com o prior de Monte lavar, padre instruido que emprestára ao bom do professor os livros da sua limitada bibliotheca; em Bellas tambem se relacionára com um engenheiro francez, empregado nas obras de agua de Valle de Lobos, de Broco e de Valle de Figueira, o qual tomára gosto em desenvolver o espirito intelligente e ávido de saber do velho professor. Apezar d'isto vivia modestamente na sua pobre casa, lidando com os saloios que o tratavam com verdadeiro respeito, e tinham por elle um affecto em que entrava um pouco de veneração... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books