Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Monólogo do Vaqueiro   By: (1470?-1536?)

Book cover

First Page:

GIL VICENTE

MONÓLOGO DO VAQUEIRO

VERTIDO DO CASTELHANO REPRESENTADO NO TEATRO D. MARIA II, LISBÔA.

1910.

MONÓLOGO DO VAQUEIRO

OU DA VISITAÇÃO

Typ. «A Editora» Conde Barão, 50 Lisbôa

PERSONAGENS DA PRIMEIRA REPRESENTAÇÃO:

Vaqueiro Ignacío Peixoto. Rainha D. Maria Delfina Cruz. Rainha D. Beatriz Maria Pia de Almeida. Duquesa de Bragança Palmira Torres. El Rei D. Manuel Pinto Costa. Damas . Cortesãos . Pagens . Pastor que traz o cordeirinho Adelina Abranches. Pastores . Prólogo Augusto de Mello.

Prólogo

Prólogo

SENHORAS E SENHORES:

Em a noite de 8 de junho de 1502, nesta cidade de Lisbôa, e na própria câmara da rainha, nasceu o teatro nacional. Nessa noite, mestre Gil,

um que não tem nem ceitil e faz os aitos a el rei,

representou, em castelhano, o seu «Monólogo do Vaqueiro», ou da «Visitação», que ides ouvir, vertido á letra, em português.

Muito antes de Gil Vicente, certo é e convem recordá lo o povo representava nas igrejas, na largueza dos seus adros ou á sombra das suas naves, os entremeses hieráticos do nascimento e da Paixão de Christo e das vidas dos santos, e cantava os seus vilancicos, bailando suas dansas e folias. Mas o «Monólogo do Vaqueiro», naquela noite memoravel, que vamos procurar reconstituir começou a fixar e a ordenar o elemento dramático tradicional, dando lhe vida eterna.

«A obra de devoção seguinte diz a rúbrica de Gil Vicente procedeu de uma visitação que o autor fez ao parto da muito esclarecida rainha D. Maria, e nascimento do mui alto e excelente príncepe D. João, o terceiro em Portugal de este nome.»

E foi continua a rúbrica «a primeira coisa que o autor fez e que em Portugal se representou, estando o mui poderoso rei D. Manuel, a rainha D. Beatriz, sua mãe, e a senhora duquesa de Bragança sua filha, na segunda noite do nascimento do dito senhor.»

«E estando esta companhia assim junta conclue a rúbrica entrou um Vaqueiro...»

Senhoras e senhores: o teatro português vai nascer e Gil Vicente vai entrar em scena!

... desconveniente era fugir da lingua que mamey e buscar outra prestada pera falar aos meus naturais.

SAMUEL USQUE.

Consolaçam ás Tribulaçoens de Israel.

Monólogo do Vaqueiro

Ouve se, fóra de scena, o vozeio dos guardas do paço, e entra logo, vestido de briche e ceifões de pele, manta do Alentejo ao hombro, e cajado de azambujeiro na mão, o

Vaqueiro:

Apre!, que sete impurrões me ferrarram á entrada, mas eu dei uma punhada num de aqueles figurões. Porém, se de tal soubera, não viera; e, vindo, não entraria; e se entrasse, eu olharia de maneira que nenhum me chegaria. Mas, está feito, está feito; e, se se fôr a apurar, já que entrei neste lugar tudo me sae em proveito. Té me regala ver coisas tão formosas, que se fica parvo a vê las! Eu remiro as, porém ellas, de lustrosas, a nós outros são danosas.

«Fala á Rainha»

Meu caminho não errou? Deus queira que seja aqui, que eu já pouco sei de mi, nem deslindo aonde estou. Nunca vi cabana tal em especial tão notavel de memória: esta deve ser a glória principal do paraiso terreal!

Seja que não seja, embora, quero dizer ao que venho, não diga que me detenho a nossa aldeia já agora. Por ella vim saber cá se certo é que pariu Vossa Nobreza? Crei' que sim, que Vossa Alteza tal está que de isto mesmo dá fé.

Mui alegre e prazenteira, mui ufana e esclarecida, mui perfeita e mui luzida, muito mais que de antes era. Oh!, que bem tão principal, universal! Nunca se viu prazer tal! Por minha fé vou saltar! Eh!, zagal, diz' lá, diz' lá: saltei mal?

Quem queres que não rebente de alegria e gasalhado! De todos tão desejado, este príncepe excelente, oh!, que rei terá de ser! A meu ver, deviamos pôr em gritos a alegria e a esperança, que até os nossos cabritos desde hontem, co'a folgança, não cuidam já de pascer... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books