Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

A Morgadinha de Val-D'Amores/Entre a Flauta e a Viola Theatro Comico de Camillo Castello Branco   By: (1825-1890)

Book cover

First Page:

CAMILLO CASTELLO BRANCO

THEATRO COMICO

A MORGADINHA DE VAL D'AMORES

ENTRE A FLAUTA E A VIOLA

PORTO EM CASA DE VIUVA MORÉ EDITORA PRAÇA DE D. PEDRO 1871

THEATRO COMICO

PORTO IMPRENSA PORTUGUEZA

THEATRO COMICO

DE

CAMILLO CASTELLO BRANCO

A MORGADINHA DE VAL D'AMORES

ENTRE A FLAUTA E A VIOLA

PORTO VIUVA MORÉ EDITORA PRAÇA DE D. PEDRO 1871

ADVERTENCIA

Da parte musical da primeira comedia d'este livro se encarregou o distincto maestro Francisco de Sá Noronha, quando a comedia se escreveu com destino a ser representada em Lisboa. Sendo importantissimo para o bom exito theatral o subsidio da musica n'esta composição, e sobrevindo rasões que desviaram o nosso amigo Noronha de collaborar comnosco em tamanha futilidade, não pôde por isso a comedia ser submettida á opinião das platêas. Quem a lêr agora tem de benevolamente disfarçar o seu fastio de leitura de versos, feitos ou copiados das canções populares, para se cantarem. Por via de regra, taes trovas são sempre asperas ou dissaboridas na declamação, mórmente as que formam o Auto do nascimento do menino Jesus , consoante elle se figura nas aldêas do Minho ainda hoje.

Com referencia á farça não temos que pedir desculpa. Seria desvanecimento irrisorio recearmos nós que a ponderosa e grave critica se descesse até coisa tão pequena.

A MORGADINHA DE VAL D'AMORES

COMEDIA EM TRÊS ACTOS

FIGURAS

D. JOANNA COGOMINHO DE ENCERRABODES, morgada de Val d'Amores, filha de PANTALEÃO COGOMINHO DE ENCERRABODES. FREDERICO ARTHUR DA COSTA, Escrivão da Fazenda de Santo Thyrso. COSME JORDÃO, Deputado por Guimarães. MACARIO MENDES, Boticario de Santo Thyrso. JOÃO LOPES, Lacaio e confidente da Morgada. FIGURAS DO AUTO DOS TRES REIS MAGOS. Creados, cantadeiras, camponezes, musicos e outros personagens. Scenas da actualidade.

ACTO PRIMEIRO

Ao fundo, portão de quinta com sua enorme pedra de armas e ameias lateraes. O restante do palco figura uma alameda e estrada.

SCENA I

FREDERICO (só)

(Frederico é um homem entre 28 e 33 annos que traja quinzena e calças pretas apertadissimas em corpo de extrema magreza e aprumo. O chapéo é de fórma ingleza e alto para tornar mais aguçada a figura. A cabelleira bironniana em crespas ondulações. Bigodes encerados e picantes nas guias retezadas. A luneta d'um vidro sem aro obriga o a caretear, abrindo a bocca de esguêlha quando fixa mais attentamente a morgada. Os seus movimentos, quando lhe fôr necessario fugir, hão de ter tal velocidade que simulem o rapido perpassar d'um duende. A agilidade da rotação do pescoço deve dar lhe o que quer que seja de authomatico e fantasmagorico.)

A razão diz me que eu estou em perigo de ser moído por estes selvagens do Minho; mas o coração, este intestino onde o amor e a coragem habitam, diz me que não vacille. A rasão argumenta me que eu, escrivão de fazenda no concelho de S. Thyrso, não devo arrojar as minhas desenfreadas ambições até á mão da morgadinha de Val d'Amores; mas o coração, esta republica intima que me esbraveja no peito, impelle me para ella, mandando me lêr n'aquelle brazão (apontando) o epitaphio da fidalguia de raça, e o monumento levantado não ás tradições ineptas, mas á restauração da dignidade humana. Além d'isto, eu, homem de aspirações gigantes, eu, poeta de audaciosos raptos d'alma, eu, que junto á poesia elevada a poesia profunda, preciso de me arranjar. Sou escrivão de fazenda; mas esta posição não quadra aos meus instinctos. Ás vezes como que sinto escaldarem se me as arterias com sangue de principe, e me quer parecer que algum de meus avós foi mais ou menos illudido por alguma das minhas avós. Reconheço, como filho d'este seculo, que a democracia matou a nobreza mascarando se ella de fidalga; assim é; porém, ao mesmo tempo, não sei que filtros me circulam no intimo peito, quando vejo esta morgada e lhe entrevejo na fronte o sangue azul das veias... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books