Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

O Oraculo do Passado, do presente e do Futuro (1/7) Parte Primeira: O oraculo da Noite   By:

Book cover

First Page:

O ORACULO

DO

PASSADO, DO PRESENTE E DO FUTURO

OU O

Verdadeiro modo de aprender no passado a prevenir o presente, e a adivinhar o futuro

POR

BENTO SERRANO

ASTROLOGO DA SERRA DA ESTRELLA,

Onde reside ha perto de trinta annos, sendo a sua habitação uma estreita gruta que lhe serve de gabinete dos seus assiduos estudos astronomicos

OBRA DIVIDIDA EM SETE PARTES, CONTENDO CADA UMA O SEGUINTE:

Parte primeira O ORACULO DA NOITE Parte Segunda O ORACULO DAS SALAS Parte Terceira O ORACULO DOS SEGREDOS Parte Quarta O ORACULO DAS FLORES Parte Quinta O ORACULO DAS SINAS Parte Sexta O ORACULO DA MAGICA Parte Setima O ORACULO DOS ASTROS

PORTO LIVRARIA PORTUGUEZA EDITORA 55, Largo dos Loyos, 56 1883

PARTE PRIMEIRA

O ORACULO DA NOITE

OU

O modo seguro de adivinhar o futuro pela verdadeira interpretação dos sonhos, ao alcance de qualquer pessoa

PORTO LIVRARIA PORTUGUEZA EDITORA 55, Largo dos Loyos, 56 1883

Porto: 1883 Imprensa Commercial Lavadouros, 16.

EXPLICAÇÃO

Para mais facilmente se comprehender a definição dos sonhos

A explicação dos sonhos existe desde a mais remota antiguidade, existirá mais ou menos desvairada emquanto o genero humano não desapparecer da face da terra, ou não for reduzido á condição dos animaes irracionaes.

É certo, porém, que o valor da significação dos sonhos vae desappareçendo á medida que a illustração esclarece o espirito dos povos e lhes mostra claramente que as excitações nervosas, que todos soffremos, mais ou menos, são a causa do cerebro produzir sonhos alegres ou tristes, segundo as disposições physicas ou moraes da pessoa que sonha.

Sonhos, sempre os houve e ha de haver; notando se, porém, que só os povos rudes ou os ignorantes é que fazem caso da significação que os antigos lhes attribuiram. As pessoas instruidas e de juizo sabem perfeitamente que as venturas ou desgraças, que succedem ao genero humano, são predicados inherentes á sua condição, não influindo nada para isso os sonhos ou phantasias de ninguem.

O nosso intuito, publicando este Livro dos Sonhos , é unicamente mostrar ao leitor o desvario da razão humana, e o que elle produz para induzir em erro as pessoas nimiamente crédulas.

É possivel que haja quem não pense como nós a respeito da significação dos sonhos; para esses, que não pensam como nós, vamos aqui transcrever o que outros teem dito acerca da classificação dos sonhos e seu valor; eis o que elles dizem:

«Ha quatro especies de sonhos, e, segundo a qualidade de cada um, se denominam de diverso modo: a primeira é o Sonho propriamente dito ; a segunda, a Visão ; a terceira, o Pesadelo ; a quarta, a Apparição .

«O Sonho é aquelle que, debaixo de certas figuras, nos apresenta a verdade como quando José interpretou a Pharaó o sonho, que este tivera, com sete vaccas gordas e outras sete magras.

«A Visão é uma especie de revelação, que, durante o somno, nos é feita por algum espirito divino como aconteceu a José, esposo da Virgem, e aos Magos, quando escaparam á perseguição de Herodes.

«O Pesadelo : é causado por affecções vehementes, que atacam o cerebro, quando dormimos, e encontram o espirito vigilante. Então o que nos aconteceu durante o dia occupa nos igualmente de noite: quem se arreceia de algum mau encontro, sonha que elle se verifica; o que teve alguma questão acalorada, questiona ainda, dormindo; o avarento sonha com o seu thesouro; e o que ceiou regaladamente, sonha com os prazeres da mesa.

«A Apparição não é mais do que um phantasma, creado pela imaginação dos velhos e das creanças, que se afigura aos espiritos fracos.

«Já se vê, pois, que d'estas quatro especies de sonhos, só as duas primeiras é que teem apparencias de verdade ; as outras duas são inteiramente falsas.

«Cumpre advertir que os sonhos, de que não conservamos lembrança alguma, nenhum valor teem; e quanto áquelles de que nos recordamos, para se tomarem em consideração, devem ter logar proximo ao dia, ou, ao menos, depois da meia noite porque, até essa hora, todos os sentidos e virtudes corporaes estão occupados com a digestão... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books