Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

Sociologia Chinesa: Autoplastia   By: (1815-1893)

Book cover

First Page:

Sociedade de Geographia De Lisboa

Sociologia Chinesa

AUTOPLASTIA

Transformação do homem em animal estiolamento e atrophia humana, casos de teratologia.

Pelo

DR. MACGOWAN

Nota destinada á x sessão

do

congresso internacional dos orientalistas

pelo traductor

DEMETRIO CINATTI

S. S. G. L.

LISBOA IMPRENSA NACIONAL 1892

AUTOPLASTIA[1]

TRANSFORMAÇÃO DO HOMEM EM ANIMAL NA CHINA

Proclamações officiaes e noticias publicadas pelas folhas periodicas sobre a recrudescencia do roubo de creanças, nesta (Kuangsi) e nas provincias adjacentes[2] revelam dous factos importantes da Sociologia Chinesa. Consiste o primeiro na crença de que os que roubam gente possuem certas drogas que, administradas ás victimas, as põem sob completo imperio da vontade do propinador, assumpto de que não vou agora occupar me. O segundo facto informa nos que as drogas produzem a aphasia tornando o individuo inteiramente incapaz de fallar, e, estiolado este, pela reclusão em logar completamente escuro, ou deformado por mutilação, faz se d'elle objecto appropriado para os pelotiqueiros exhibirem ao publico. Mas, ainda que estes flagellantes crimes sejam offensa capital, não são susceptiveis de completa repressão. Infelizmente estes actos de inhumanidade praticados no homem pelo homem, apenas indicam uma parte das atrocidades praticadas pelos roubadores de gente. De todas as torturas que o odio politico e religioso tem inventado, nada excede o queimar e esfolar em vivo. Mas se a extracção da pelle se fizer por operações successivas, parte por parte, como se faz ao individuo roubado para o transformar em homem animal, os soffrimentos devem ser agonisantes, alem do que a imaginação pode conceber. É o que acontece quando a pelle humana se remove para a substituir pela do animal, urso ou cão, porque em tal caso só pequenas secções se podem praticar de cada vez, afim de que o individuo possa sobreviver.

Que longo periodo não é necessario para conseguir o processo completo de transformar o homem em animal?! Que martyrisantes torturas lhe não inflingem antes de adquirir a apparencia e condição do bruto?! O embrutecimento está longe do seu fim quando a pelle do animal se adaptou á carne do homem.

Falta ainda emmudecel o, destruindo lhe as cordas vocaes, o que se obtem, affirma se, pelo emprego de carvão. Não é preciso destruir lhe a faculdade de ouvir, mas a victima é sujeita a um regimen muito egual ao que soffreu Gaspar Stanse. O Hupao [3] descreve o apparecimento de um homem transformado artificialmente em besta, que foi exhibido no Quiangsi. Todo o seu corpo era coberto de pello do cão, que fôra substituido pela sua propria derme ou verdadeira pelle. Andava de pé (muitas vezes são mutilados de forma que só possam andar com as mãos no chão) podia pronunciar uns sons inarticulados, sentar se, pôr se de pé, fazer cumprimentos á chinesa e, emfim, conduzir se em geral como um ser humano. O magistrado, tendo ouvido fallar no homem animal, deu ordem para que o trouxessem ao seu palacio, onde o felpudo do corpo e o todo selvagem causaram admiração e terror. «Sois vós um ente humano?» perguntou o magistrado ao extraordinario individuo, que respondeu com um aceno affirmativo de cabeça. «Podeis escrever?» Novo aceno de cabeça affirmativamente feito, foi a resposta; mas quando lhe deram um pincel[4] não poude escrever por não poder pegar lhe. Lançou se, porém, cinzas no chão, e o homem cão, abaixando se, escreveu cinco caracteres que representavam o seu nome e a terra da sua naturalidade Changtung. Inqueritos subsequentes revelaram o facto de haver sido roubado; o seu captiveiro, e as horriveis operações de que fôra victima. O seu dono foi punido, é claro, com a pena capital, porque declarou que só um d'entre cinco sobrevivera á operação.

Conhecem os leitores não professionaes a operação denominada taliacoção, porque a terão lido nas encyclopedias... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books