Books Should Be Free is now
Loyal Books
Free Public Domain Audiobooks & eBook Downloads
Search by: Title, Author or Keyword

A princeza na berlinda Rattazzi a vol d'oiseau, com a biographia de sua Alteza   By: (1850-1902)

Book cover

First Page:

RATTAZZI A VOL D'OISEAU

URBANO DE CASTRO

CHA RI VA RI

A PRINCEZA NA BERLINDA

RATTAZZI A VOL D'OISEAU

COM A BIOGRAPHIA DE SUA ALTEZA

(SEGUNDA EDIÇÃO)

LISBOA TYPOGRAPHIA PORTUGUEZA 7, Rua da Paz, 7 1880

A PRINCEZA NA BERLINDA

Não será talvez máo começar por fazer uma declaração: nunca passei pelos beiços os guardanapos da princeza... Parece me conveniente dizer isto. A minha terra , que era pequena no tempo de Garret, não me consta que tenha crescido, depois da sua morte... Tem até diminuido um pouco... talvez!

Foi pelos jantares que a princesa conseguiu tornar se conhecida em Lisboa. Quando aqui chegou, vendo que ninguem a procurava, que a litteratura não corria pressurosa ao Bragança , cumulando a de elogios banaes e de bilhetes de visita baratos, sentio dentro da sua alma a mordedura cruel do amor proprio offendido. E amor proprio de mulher, amor proprio de princeza! Calculem que dentada! Esperou, um, dois, tres dias... uma semana, outra... a litteratura não apparecia! Pois ha de apparecer! exclamou ella E convidou a para jantar. E a litteratura appareceu. Os livros da princeza, que até então ninguem conhecia em Lisboa, e que ella mandara adiante para os livreiros, como batedores da sua fama, começaram por essa epoca a ter uma tal ou qual extracção. Não é difficil advinhar quem os comprava eram os convivas dos seus jantares Comprehende se. Realmente seria pouca amabilidade comer o foie gras de Rattazzi, e não dizer ao menos, no fim, que era admiravel o seu livro Si j'etais reine ; beber o champagne da princeza, e não lhe segredar que nunca mulher nenhuma escrevera um volume como Nice la Belle . E a proposito dos livros citavam se os trechos das paginas abertas, abril os seria muito, e bebia se mais um copo. A princeza, que é inquestionavelmente uma mulher d'espirito, percebeu, o que de resto não era muito difficil, a manobra fraudulenta , como diz o sr. Duc nos livros de mortalhas, dos litteratos de Lisboa...

Callou se porém muito bem callada e continuou a dar lhes jantares hebdomadarios. A concorrencia cada vez era maior. Houve sujeito que se fez litterato, só para jantar com a princeza. Cá fóra, no Martinho e na Havanesa, esses jantares eram digeridos e commentados com a face vermelha e a palavra quente... Contavam se anecdotas, que é deveras pena não terem chegado aos ouvidos da princeza, porque, algumas d'ellas não são em nada inferiores a muitas que lêmos no seu livro...

E aqui está como madame Rattazzi conseguiu durante um mez ser uma notabilidade em Lisboa. Sua altesa, porém, em vez de contentar se com esta gloria, embora de 2.^a ordem, lembrou se um dia de querer uma gloria de 1.^a sorte, e escreveu uma comedia que, depois de muito applaudida em sua casa pelos seus commensaes, foi representada no theatro dos Recreios, a quem ella, com carradas de rasão chama um calvario, visto que lá teve... a cruz da pateada...

Tambem que diabo de publico este de Lisboa... atrever se a patear uma princeza... Se sua alteza tem a mania dos cumulos, e porque não a terá? sim, porque não terá sua alteza a mania dos cumulos, se a tem, é impossivel que pelo seu preclaro espirito não tivesse passado este o cumulo da selvageria: Patear uma princeza ...

Ah! decididamente sua alteza não estava em sorte... Pas de chance ! No hotel os convivas faziam muito mais despeza de iguarias do que de elogios; nos Recreios, o publico muita mais despeza de botas do que de luvas... Pas de chance !

Foi então, naturalmente, que o seu espirito se orientou na direcção a dar ao Portugal à vol d'oiseau .

Ah! os senhores julgam que não é mais do que comerem me os meus jantares, do que patearem me as minhas peças, esperem ahi que já os ensino! Até aqui tenho os recebido como convivas, agora vou passar a tratal os como assumptos! Os senhores pensam, quando estão á minha mesa, que são meus commensaes? pois enganam se, são paginas para o meu livro! Não sou eu quem os obsequeio aos senhores, os senhores é que me obsequeiam... Continue reading book >>




eBook Downloads
ePUB eBook
• iBooks for iPhone and iPad
• Nook
• Sony Reader
Kindle eBook
• Mobi file format for Kindle
Read eBook
• Load eBook in browser
Text File eBook
• Computers
• Windows
• Mac

Review this book



Popular Genres
More Genres
Languages
Paid Books